(64) 9 9989 9911

NO AR

Sertanejo 93

Com Fernando Malta

Brasil

Pensão alimentícia: advogada explica como fica o pagamento na pandemia

Publicada em 23/02/22 às 11:43h - 27 visualizações

por Kativa FM \\ Agencia Brasil.


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Kativa FM \\)

Durante a pandemia, o número de pais e mães que perderam os empregos ou tiveram a renda reduzida é grande. E como fica a situação de quem paga e de quem recebe pensão alimentícia neste cenário? A advogada e pesquisadora de família e sociedade contemporânea, Carla Borba, explica que quem paga pensão não pode deixar de cumprir com as responsabilidades, e que as punições podem incluir a prisão do devedor.

De acordo com dados do Tribunal de Justiça da Bahia, antes da pandemia, em 2019, foram emitidos 1.440 pedidos de prisão para pessoas que estavam devendo a pensão alimentícia aqui no estado. Já no primeiro ano da pandemia, em 2020, o número chegou a 2.264. Em 2021, foram 1.672 pedidos de prisão por causa da pensão alimentícia.

A advogada Carla Borba diz que mesmo quando há perda da renda, é preciso procurar a Justiça para formalizar esta situação.

A advogada Carla Borba afirma também que a falta de renda não é motivo para deixar a situação em aberto. Ela lembra que hoje existe uma ampla rede de serviços jurídicos que atendem gratuitamente a população nas universidades, e ainda a Defensoria Pública do estado, que pode ajudar tanto nos pedidos de pensão como também nos pedidos de revisão.

Fonte: Agencia Brasil.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

LIGUE E PARTICIPE

(64) 3631- 1392

Copyright (c) 2022 - Kativa FM \"Essa Rádio é Sua\" - Jataí - GO