(64) 9 9989 9911

NO AR

Sertanejo 93

Com Marcos Ueder

Goiás

Produção de milho e soja deve cair no país todo, inclusive em Goiás

Fatores climáticos estão relacionados à nova expectativa de produção, de acordo com prognóstico da Companhia Nacional de Abastecimento

Publicada em 12/02/24 às 17:08h - 12 visualizações

por Kativa FM \\ Mais Goiás


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Queda na produção de milho e soja (Foto: Agência Brasil)  (Foto: Kativa FM \\ Mais Goiás)

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou novo levantamento da safra 2023/2024, com dados preocupantes sobre a produção de soja e milho no Brasil. De acordo com o relatório, houve uma redução nas estimativas em comparação com o último levantamento. Fatores climáticos estão relacionados à nova expectativa de produção. 

Para a soja, principal cultura do país, a Conab estima uma produção nacional de 149,4 milhões de toneladas, representando uma redução de 3,7% em relação aos números de janeiro. Esta queda é ainda mais expressiva se comparada com a safra anterior, com uma diminuição prevista de 3,4%. Em contraste, a produção da safra 2022/2023 alcançou 154,6 milhões de toneladas, evidenciando um cenário desafiador para os produtores de soja.

Os números para Goiás, um dos principais estados produtores de soja no país, também refletem essa tendência de queda. Com uma estimativa de produção de 15,9 milhões de toneladas, Goiás enfrenta uma redução de 4,79% em relação ao último levantamento, e uma queda ainda mais significativa de 9,9% em comparação com a safra anterior.

De acordo com o relatório, “o comportamento climático nas principais regiões produtoras, sobretudo para soja e milho primeira safra, vem afetando negativamente as lavouras, desde o plantio. O atraso no plantio da soja possivelmente impactará no plantio da segunda safra de milho”. 

A produção total de milho no Brasil, que estava estimada em 117,6 milhões de toneladas no último levantamento, sofreu um reajuste negativo, caindo para 113,6 milhões de toneladas, uma redução de 3,40% entre os meses de janeiro e fevereiro. Em comparação com a safra anterior, essa queda é ainda mais acentuada, atingindo 13,8%.

Destaca-se ainda a produção do milho segunda safra, cuja semeadura teve início em algumas regiões do país. Segundo as estimativas, a produção deve atingir 88 milhões de toneladas no Brasil, trazendo uma perspectiva mais otimista em meio às incertezas sobre a safra.

Entretanto, em Goiás, os números apresentados no último levantamento indicam uma situação desafiadora para a produção de milho. Com uma produção total estimada em 9,7 milhões de toneladas, o estado enfrenta um decréscimo de 22,9% em comparação com o último ciclo, acentuando as preocupações sobre a produção de grãos na região.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

ESTA RÁDIO É SUA

(64) 3631- 1392

Copyright (c) 2024 - Kativa FM \"Essa Rádio é Sua\" - Jataí - GO